FOTOGRAFIAS

AS FOTOS DOS EVENTOS PODERÃO SER APRECIADAS NO FACEBOOCK DA REVISTA.
FACEBOOK: CULTURAE.CIDADANIA.1

UMA REVISTA SEM FINS LUCRATIVOS

sexta-feira, 15 de julho de 2016

4º Infra Belo Horizonte

Encontro Regional sobre Gerenciamento de Serviços e Infraestrutura de Espaços Prediais e Corporativos


O Brasil é um país que vive rotineiramente sobre pressão para realizar uma contínua redução de custos, entretanto muitas organizações não percebem que o gerenciamento de facilidades e propriedades somam o segundo maior custo das organizações e não ter uma gestão planejada faz com que empresas percam muito dinheiro, além de colocar em risco o negócio empresarial.  
Ao mesmo tempo, os profissionais que atuam diretamente na área confidenciam que se sentem invisíveis, mesmo entregando resultados expressivos. Mas como deixar de ser invisível? Você poderá acompanhar uma série de palestras e debates sobre o tema em nosso evento, um encontro com a participação de importantes gestores prediais e de facilidades, bem como de empresas fornecedoras de produtos e serviços para esse setor.
Quando uma pessoa chega a um grande prédio corporativo, a um shopping center ou a um hospital, para o automóvel na garagem e pega um ticket de estacionamento, depois dirige-se à recepção - que conta com tratamento paisagístico, decoração mobiliária e é guardada por agentes de segurança. Na sequência, sobe pelo elevador ao escritório da empresa visitada, à loja pretendida ou à unidade de serviços do hospital, normalmente em um ambiente climatizado, limpo e bem iluminado. Atrás de toda a gama de serviços e de suporte a edificação existe um profissional preocupado em manter as instalações em perfeito funcionamento. Sem perceber, profissionais estão inseridos no universo de um mercado bilionário conhecido como Facility Management, que de acordo com especialistas gera negócios da ordem de R$ 100 bilhões anuais no Brasil.
O termo Facility Management serve para designar a gestão dos diversos recursos tecnológicos e serviços atrelados ao funcionamento de um empreendimento comercial, que além de prédios de escritórios, shopping centers e hospitais abrange ainda parques públicos e parques temáticos privados, hipermercados, hotéis e resorts, unidades industriais e condomínios corporativos. Esses empreendimentos - que nascem com origem num segmento do mercado imobiliário definido como Real Estate - demandam uma ampla gama de serviços e tecnologias: da limpeza à alimentação, da tecnologia da informação à segurança, da infraestrutura à manutenção de elevadores. É também dos que mais terceirizam serviços no Brasil.