FOTOGRAFIAS

AS FOTOS DOS EVENTOS PODERÃO SER APRECIADAS NO FACEBOOCK DA REVISTA.
FACEBOOK: CULTURAE.CIDADANIA.1

UMA REVISTA SEM FINS LUCRATIVOS

quarta-feira, 20 de julho de 2016

MM Gerdau recebe sessão especial do Cineclube Sabotage

 Museu das Minas e do Metal recebe a sessão especial do Cineclube Sabotage, realizada pela Oficina de Imagens, como parte formativa do projeto “O Cineclube Vem de trem”, viabilizado pela Lei Estadual de Incentivo à Cultura. A abertura do evento contará com intervenções de poesia, música e skate, seguida da exibição de filmes, na Praça Carlos Drummond de Andrade (ao lado do MM Gerdau).
O Cineclube Sabotage realiza sessões de cinema comentadas em escolas públicas municipais de Belo Horizonte (MG), promovendo o acesso à produção cinematográfica brasileira do circuito não comercial para a construção de uma cultura de cinema articulada à educação para direitos humanos. Iniciado em 2009, o projeto tem caráter permanente na Escola Municipal Professora Alcida Torres, no bairro Taquaril, e faz parte da dinâmica da comunidade escolar, já tendo realizado cerca de 400 sessões.
Sobre a Oficina de Imagens

A Oficina de Imagens acumula 18 anos de experiência em sua atuação no campo social e cultural na cidade de Belo Horizonte, Região Metropolitana de BH e várias cidades do interior de Minas Gerais (especialmente cidades do semiárido mineiro). Desde sua fundação, a entidade vem conectando grupos de jovens e artistas destas localidades, tanto por meio dos processos formativos já realizados, quanto pela articulação, em Minas Gerais, de projetos, eventos, fóruns e redes da juventude, da cultura, da educação e da infância e adolescência. O foco do trabalho é a ampliação do conhecimento e debate acerca dos Direitos Humanos, a valorização de identidades culturais, a democratização do acesso aos processos de comunicação e a promoção de ações para a mobilização social. Ao longo de sua história, a organização tem buscado contribuir para a consolidação e a articulação de uma rede de jovens engajados em ações culturais e sociais nas suas comunidades de origem e em outros espaços da cidade.
MM Gerdau - Museu das Minas e do Metal
Com 18 salas e 44 atrações, o MM Gerdau abriga um importante acervo sobre mineração e metalurgia. O Museu utiliza recursos tecnológicos para destacar, de forma lúdica e interativa, a importância dos metais e minerais no cotidiano das pessoas. Além disso, marca a relação entre a história e as expressões culturais de Minas Gerais com a riqueza de seus recursos naturais. O Museu foi aberto ao público em 22 de junho de 2010 e desde 1º de dezembro de 2013 está sob a gestão da Gerdau, líder no segmento de aços longos das Américas e uma das principais fornecedoras de aços especiais no mundo. O MM Gerdau integra o Circuito Cultural Praça da Liberdade e ocupa o antigo edifício da Secretaria de Estado da Educação, inaugurado em 1897 e tombado pelo Iepha/MG. O projeto de ampliação e adequação do prédio é do arquiteto Paulo Mendes da Rocha. A museografia é assinada por Marcello Dantas. O MM Gerdau - Museu das Minas e do Metal tem o certificado de excelência do TripAdvisor e foi a primeira instituição museológica do Brasil a receber a certificação doInstituto Herity em gestão da qualidade do patrimônio cultural.
Sobre a Gerdau
A Gerdau é líder no segmento de aços longos nas Américas e uma das principais fornecedoras de aços especiais do mundo. No Brasil, também produz aços planos e minério de ferro, atividades que estão ampliando o mix de produtos oferecidos ao mercado e a competitividade das operações. Além disso, é a maior recicladora da América Latina e, no mundo, transforma, anualmente, milhões de toneladas de sucata em aço, reforçando seu compromisso com o desenvolvimento sustentável das regiões onde atua. As ações das empresas Gerdau estão listadas nas bolsas de valores de São Paulo, Nova Iorque e Madri.