FOTOGRAFIAS

AS FOTOS DOS EVENTOS PODERÃO SER APRECIADAS NO FACEBOOCK DA REVISTA.
FACEBOOK: CULTURAE.CIDADANIA.1

UMA REVISTA SEM FINS LUCRATIVOS

terça-feira, 27 de setembro de 2016

Festival gratuito exibe filmes sobre narrativas feministas em São Paulo

A Associação Artemis, ONG paulistana comprometida com a autonomia e a erradicação de todas as formas de violência contra as mulheres, promove a primeira edição do festival de cinema Artemicine, que tem a mulher como foco. O evento acontecerá de 1 a 13 de outubro, em São Paulo, e promoverá exibições de curtas e longas-metragens - entre ficções e documentários, nacionais e internacionais, centrais e periféricos - dirigidos sobretudo por mulheres, seguidos de diálogos com convidadas.
Temas como o aborto, o Zika vírus, a violência sexual, a representação da mulher na mídia e no audiovisual, questões de gênero, raciais, de orientação sexual, entre outros, farão parte dos diálogos com as convidadas, que compartilharão as vivências que deram vida aos filmes.

De acordo com Raquel Marques, presidente da Artemis, o objetivo do evento é dar mais um passo rumo à erradicação da violência contra a mulher por meio da promoção de filmes, diálogos, networking e o fortalecimento da rede de apoio feminista. “É extremamente importante oferecer às mulheres narrativas de identificação, reflexões humanas e possíveis novos caminhos de mudança social, fortalecendo ainda mais nossa rede de apoio”, complementa.

Todas as exibições serão gratuitas e em espaços variados: o Cine Segall, na Vila Mariana; o Cinusp no Butantã, dentro da cidade universitária; o Instituto Criar, no Bom Retiro; e o Centro Cultural da Juventude, na Vila Nova Cachoeirinha, zona norte da cidade. Recomenda-se chegar com uma hora de antecedência para a retirada dos ingressos.
Confira a programação:
1/10 - Eu, Mulher, e os Novos Rumos
Filmes: Programa de curtas dirigidos por mulheres, entre eles Guida (Rosana Urbes, 2015) + carta branca do Instituto Criar
Horário: das 16h-19h
Espaço: Cine Segall - Rua Berta, 111, Vila Mariana, São Paulo - SP, 04119-001
4/10 - Eu, Mulher, e do Que Tenho que Abrir Mão (ou Eu, Mulher, e o Que Tive Que Conquistar)
Filmes: Projeto Vidas Refugiadas (Gabriela Cunha Ferraz, 2016) + Pariah (Dee Rees, 2011)
Horário: das 18h30 às 22h
Espaço: Cinusp Paulo Emílio – Cidade Universitária, Colméias, Favo 04, R. do Anfiteatro, 181 - Butantã, São Paulo - SP, 05508-060
6/10 - Eu, Mulher, e a Violência Sexual
Filmes: BranCura (Giovana Zimermann, 2016) + Brave Miss Word (Cecilia Peck, 2013)
Horário: das 18h30 às 22h
Espaço: Instituto Criar - Rua Solon, 1121, Bom Retiro, São Paulo, 01127-010
8/10 - Eu, Mulher e a Representação na Mídia
Filmes: Quem Matou Eloá? (Lívia Perez, 2015) + My Mad Fat Diary (eps.1 e 2 da série, 2013)
Horário: das 14h às 17h30
Espaço: Instituto Criar - Rua Solon, 1121, Bom Retiro, São Paulo, 01127-010
10/10 - Eu, Mulher e as Construções de Gênero
Filmes: Roupa de Baixo (Lara Dezan, 2015) + Tangerine (Sean Baker, 2015)
Horário: das 14h às 17h30
Espaço: Instituto Criar - Rua Solon, 1121, Bom Retiro, São Paulo, 01127-010
13/10 - Eu, Mulher, o Aborto e o Zika 
Filmes: Zika (Debora Diniz, 2016) + Vessel (Diana Whitten, 2016)
Horário: das 18h30 às 22h
Espaço: Centro Cultural da Juventude – Av. Dep. Emílio Carlos, 3641 - Vila Nova Cachoeirinha, São Paulo - SP, 02720-200

21/10 – Encontro de Encerramento
Espaço: A Casa Tombada - R. Min. Godói, 109 - Perdizes, São Paulo - SP, 05015-000
*Para demais informações ou dúvidas entrar em contato através dos seguintes canais: