FOTOGRAFIAS

AS FOTOS DOS EVENTOS PODERÃO SER APRECIADAS NO FACEBOOCK DA REVISTA.
FACEBOOK: CULTURAE.CIDADANIA.1

UMA REVISTA SEM FINS LUCRATIVOS

segunda-feira, 29 de maio de 2017

ECONOMIA IBRE lança Índice de Confiança Empresarial

IBRE lança Índice de Confiança Empresarial

O Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (IBRE) lança nesta quarta, 31 de maio, às 8h, o Índice de Confiança Empresarial (ICE), que agrega os dados das sondagens da Indústria de Transformação, Serviços, Comércio e Construção. Os segmentos cobertos pelas pesquisas representam mais de 50% da economia nacional. O ICE e os subíndices de Situação Atual Empresarial (ISA-E) e de Expectativas Empresariais (IE-E) serão divulgados mensalmente.
De acordo com o Superintendente de Estatísticas Públicas do FGV IBRE, Aloisio Campelo Jr., ao agrupar os diferentes setores, o novo índice ganha maior representatividade.  “Do lado da oferta econômica, podemos dizer que estamos acompanhando todos os segmentos com forte aderência ao ciclo comum da economia, com informações relevantes sobre o estado atual do ambiente dos negócios e sobre as expectativas dos agentes com relação aos meses seguintes”, ponderou.
Para calcular os novos indicadores de Confiança Empresarial, o IBRE leva em conta pesos proporcionais à participação desses setores na economia, com base em informações extraídas das pesquisas estruturais anuais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os pesos serão atualizados anualmente.  Em 2017, o Setor de Serviços representa 38,3% do total, a Indústria, 33,2%, seguidos por Comércio, com 20,1%, e Construção, com participação de 8,4%.
Atualmente, o Índice de Confiança da Indústria (ICI) é mais usado pelo mercado para prever a atividade econômica que os dos demais setores. Com a criação do ICE, o IBRE espera ter um número ainda mais robusto como termômetro do PIB.
“O setor industrial possui características cíclicas que permitem antecipar tendências do PIB. A agregação com dados de outros setores aumentará ainda mais a capacidade de extração de informações relevantes sobre o estado atual e as tendências de curto prazo da economia como um todo”, avaliou Campelo Jr.
Quesitos especiais
O IBRE vai divulgar, ainda, quesitos especiais comuns aos setores que compõem a Sondagem Empresarial na pesquisa. Já os usuários do FGV Confiança, serviço pago destinado ao mercado, terão acesso também às séries de outras variáveis, como volume de demanda atual ou a previsão sobre o quadro de pessoal, bem como as frequências relativas de respostas verificadas.
O índice vai estar disponível a partir do dia 31 de maio no Portal IBRE.